Intra-Africa Academic Mobility Scheme

Academic Mobility for African Sustainable Development/AMAS

Detalhes e Procedimentos da Candidatura

Por favor, note: Os detalhes da candidatura apresentados seguidamente serão a base essencial da sua apreciação durante o processso de selecção

  1. Competência na língua de ensino do curso na universidade parceirade acolhimento. Deverá anexar nos documentos da sua candidature a prova da proficiência linguística nos casos em que a língua de ensino da sua universidade é diferente da lingua de ensino da universidade de acolhimento a que se está a candidatar.
  2. Tanto os candidatos do mestrado como os do doutoramento devem submeter o seguinte:
  3. Certificados, diplomas e históricos académicos autenticados (licenciatura para os candidatos aos cursos de mestrado e mestrado para os candidatos aos cursos de doutoramento);
  4. Prova autenticada de inscrição/admissão numa universidade em África (ver Grupo-Alvo I e Grupo-Alvo II no Doc IA1- Informação para o candidato);
  • Prova da nacionalidade (cópia do Bilhete de Identidade válido ou de Passaporte válido);
  1. Formulário de candidatura preenchido e assinado (Doc IA1- Informação para o candidato);
  2. Cartas de recomendação de dois académicos (tem de ser enviado confidencialmente e ser recebido dentro dos 45 dias do prazo de candidatura;
  3. Duas fotos tipo-passe.
  • Os documentos completos da candidatura devem ser submetidos SOMENTE ao Ponto Focal do AMAS (Coordinador) na universidade de acolhimento (unversidade a que se está a candidatar e NÃO da universidade onde está inscrito no seu país). NÃO MANDE a sua candidatura a nenhum outro Ponto Focal.
    • Os candidatos para a Moi University, Kenya deverão enviar os seus documentos SOMENTE para Anne Nangulu, email- [email protected] (Moi University, Department of History, P.O. Box 3900-30100, Eldoret Kenya).
    • Os candidatos para a Addis Ababa University, Ethiopia deverão enviar os seus documentos SOMENTE para Brook Lemma-Mamaru, [email protected] (AMAS Project Focal Person, Addis Ababa University, Sida Projects coordination Office, P. O. Box 1176, Addis Ababa, Ethiopia).
    • Os candidatos para a University Abomey Calavi, Benin deverão enviar os seus documentos SOMENTE para Dodji Amouzouvi, [email protected] (Directeurs des Etablissements Privés d’Enseignement Supérieur, Directeur scientifique du Laboratoire d’Analyse et de Recherche Religions, Espaces et Développement (LARRED), Boite postale: BP 1634 Abomey Calavi, Benin).
    • Os candidatos para a University Mohamed V Rabat, Morocco deverão enviar os seus documentos SOMENTE para Yamina El Kirat El Allame, [email protected] (Vice –Dean for Research and Cooperation & Coordinator of Research Laboratory “Culture, Language, Education, Migration & Society”, Avenue des Nations Unies, Agdal, Rabat Maroc B.P:8007.N.U).
    • Os candidatos para a Universidade Eduardo Mondlane, Moçambique deverão enviar os seus documentos SOMENTE para Esmeralda Mariano, (Department of Arqueology and Anthropology, P.O. Box Praça 25 de Junho, 257 C. P. 257 Maputo, Moçambique). [email protected]
  • Os formulários e outros documentos de candidatura DEVEM ser submetidos em formato PDF e os documentos de identificação e fotos devem ser digitalizados
  • Por favor, mande o dossier completo, NÃO em partes, como um anexo de email. Adicionalmente, envie pelo correio cópias impressas do dossier enviado por email ao Ponto Focal indicado anteriormente.
  • As candidaturas estão abertas por um período de 45 dias entre 11 de Junho de Setembro (segunda-feira) e 25 de Julho (quarta-feira), à meia-noite (24h00).

Os candidatos aceites, na lista de espera e os não-aceites serão notificados até ao fim de Agosto, devendo os candidatos aceites estão prontos para iniciar a mobilidade académica a qualquer momento entre Setembro de 2018 e Março de 2019, se as condições permitirem.

 

 Intra-Africa Academic Mobility Scheme

 

Academic Mobility for African Sustainable Development/AMAS

The overall objective of the Intra-Africa Academic Mobility programme is to promote sustainable development and ultimately contribute to poverty reduction by increasing the availability of trained and qualified high-level professional manpower in Africa.